Policial penal é morto ao reagir a assalto no Umirim

O Agente tinha 32 anos e foi atingido a tiros pelos assaltantes.

250
Foto: redes sociais

O policial penal Manoel Janay Lopes de Oliveira, 32, foi assassinado a tiros quando se dirigia ao trabalho, na manhã desta quinta-feira, (14), na cidade de Umirim, a 119 quilômetros de distância de Fortaleza. O crime ocorreu na BR-222, após uma tentativa de assalto, por dois homens armados. Os criminosos levaram a arma e os pertences pessoais do policial.O agente, que morava na cidade de Itapajé e trabalhava no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), em Itaitinga. A 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), unidade responsável por apurar crimes contra profissionais de segurança cuida das investigações sobre o caso.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), equipes da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) foram até a cidade auxiliar nas buscas aos criminosos. A Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS também atua nas investigações.

Em nota de pesar, a Associação dos Profissionais da Segurança lamentou a morte do colega. “Entregamos aos familiares e amigos os nossos mais sinceros sentimentos, que Deus conforte a todos neste momento de dor e receba o agente de braços abertos”.

Manoel Janay Lopes de Oliveira, era conhecido como J. Oliveira, de 32 anos, trabalhou por mais de 7 anos no sistema penitenciário. Seu corpo foi sepultado na manhã desta sexta (15), na cidade de Itapajé.


COMENTÁRIOS