Governo do Ceará pede que Exército continue nas ruas. Bolsonaro ainda não decidiu

872
Foto: Exército Brasileiro

Camilo Santana, o governador do Ceará, pediu ao governo federal que estenda a permanência das Forças Armadas no estado para ajudar a controlar a crise na segurança pública, registra Igor Gadelha na Crusoé.

A requisição do petista ainda será analisada por Jair Bolsonaro.

Governo ainda não decidiu se prorrogará GLO no Ceará

Após mais de duas horas de reunião, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que o governo ainda não decidiu se prorroga ou não o decreto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Ceará.

A permanência dos militares do Exército foi solicitada ontem pelo governador Camilo Santana (PT) a Jair Bolsonaro. O prazo do primeiro decreto se encerra nesta sexta-feira (28).

“A GLO está em vigor até amanhã. O presidente não decidiu ainda”, disse o ministro.

Além de Azevedo e Silva, estavam na reunião Jair Bolsonaro e os ministros Sergio Moro, Augusto Heleno e Luiz Eduardo Ramos.

O Antagonista


COMENTÁRIOS