6,8 milhões de testes para Covid-19 podem ir para o lixo no Brasil

142

O Ministério da Saúde tem 8,86 milhões de testes para Covid-19 que perderão a validade entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, revela reportagem do Jornal Estadão.

Os testes são do tipo RT-PCR, aquele que identifica se a pessoa está infectada pelo vírus. O material não foi distribuído para a rede pública está estocado em Guarulhos, num armazém. O valor investido pela Saúde ultrapassa R$ 290 milhões.


COMENTÁRIOS