65 padres e 3 bispos já morreram de Covid-19 no Brasil

414
Foto: Pixabay

A Comissão Nacional de Presbíteros (CNP), vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realiza levantamento mensal do número de padres diocesanos do Brasil acometidos pela Covid-19. O último levantamento disponível pela CNP, realizado em fevereiro, traz a confirmação de 1390 positivados e 65 mortes, totalizando 1455 casos da doença. Os dados, apresentados pela CNP, foram consolidados com base em consultas aos regionais da CNBB.

Conforme o balanço, o Estado de São Paulo é o que mais contabiliza infecções de padres por Covid-19 (168).

De acordo com a CNP, na DIOCESE de Itapipoca, 7 padres foram diagnosticados com Covid-19.

O balanço da CNP está (aqui).

Episcopado Brasileiro

Há perdas também no episcopado brasileiro. Desde o início da pandemia no país, três bispos já tiveram o óbito confirmado pela doença. O caso mais recente foi o do arcebispo emérito do Rio de Janeiro, cardeal Eusébio Oscar Scheid, que faleceu no dia 13 de janeiro, já dom Henrique Soares da Costa, bispo de Palmares (PE) faleceu em 18 de julho, aos 57 anos de idade. Em abril do ano passado, Dom Aldo Pagotto, arcebispo emérito da Paraíba, também teve o óbito confirmado pela doença. O bispo tinha 70 anos de idade.

Com informações da Comissão Nacional de Presbíteros


COMENTÁRIOS